Pantanal Em Chamas

Larissa Batista • 10 Setembro 2020
2 comentários
5 curtidas
8 visualizações

Em quase três meses 12% do Pantanal já foi destruído devido aos intensos incêndios que estão acontecendo nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso Do Sul. Esse bioma é de extrema importância sendo considerado a maior planície inundável do planeta, abrigando diversas espécies animais e plantas...infelizmente o Pantanal está em chamas e vive um terrível cenário de destruição.

Dados divulgados pelo INPE mostram que no mês de julho foram registrados 1684 focos de queimadas sendo considerado o mês de julho que mais pegou fogo nos últimos 22 anos, estima-se que mais de 17.500 km² já foram consumidos pelo fogo. Esse bioma é marcado por um inverno seco o que acaba intensificando os incêndios e deixando o Pantanal em uma situação de extrema vulnerabilidade. 

Segundo uma perícia feita pelo governo do Mato Grosso, em diversos pontos as queimadas foram causadas por ações humanas: 
•Na Reserva Particular Do Patrimônio Natural Sesc Pantanal(RPPN) o incêndio começou devido a queima da vegetação para a criação de pasto para o gado;
•Na Fazenda São José o fogo começou após a queima de raízes para o uso da fumaça com o intuito de retirar os favos de mel;
•Na Fazenda Espírito Santo uma máquina agrícola responsável por fazer a limpeza da área começou a pegar fogo causando assim o incêndio na região;
•Na Rodovia Transpantaneira começou após um acidente no qual o carro pegou fogo e despencou de um barranco;
•Na Rodovia Helder Cândia o rompimento de um cabo de alta tensão gerou faíscas o que levou ao incêndio. 

Brigadistas, bombeiros e voluntários estão se dedicando ao controle do fogo mas contam com pouco apoio do governo. Diversos animais estão morrendo e se ferindo gravemente, moradores estão tendo dificuldades respiratórias devido ao excesso de fumaça. Para se informar um pouco mais sobre o que está acontecendo na Pantanal é só acessar os links disponíveis aqui embaixo. Não podemos deixar esse bioma desaparecer. 🌱

Imagens: @erikiterena, Sema/MT

Texto: Larissa Batista

#greenpeace #greenpeacebrasil #meioambiente #pantanal

Arquivos