Ponto Verde no 2° Ocupa Cuiá

Ângela Carollinne Leal
Ângela Carollinne Leal Facilitadora de João Pessoa • 23 Outubro 2023

No último sábado (21/10), o Greenpeace Jampa participou do II Ocupa Cuiá realizado no Parque Natural Municipal do Cuiá.



O evento foi realizado por um coletivo de moradores do local com o objetivo de convidar a população da cidade a conhecer essa bela área verde que se encontra abandonada pelo poder público e, assim, sensibilizar e mobilizar mais pessoas para cobrar ações da prefeitura municipal de João Pessoa que está negligenciando esse espaço a tanto tempo.



O evento contou com uma programação cheia de atividades educativas e culturais, e teve um intuito de conscientizar as pessoas da importância dessa área verde para a própria sociedade. Cerca de 50 pessoas participaram do evento. 



O Greenpeace João Pessoa esteve presente para conhecer o local e conversar com os participantes sobre os serviços ecossistêmicos que o Parque Cuiá oferece e a relevância dessas áreas verdes em áreas urbanas. Além disso, o grupo aproveitou a oportunidade para registrar fotos e vídeos do lugar para realizar postagens sobre o Parque para que mais pessoas conheçam a área. 8 voluntários do grupo participaram da ação. 

Nosso grupo pretende unir forças aos movimentos e coletivos de voluntários que já vem desenvolvendo atividades socioambientais na área há muitos anos para buscar soluções para o problema. Queremos não apenas denunciar os problemas, mas também dar visibilidade ao parque e conscientizar as pessoas da importância dessa área verde para a própria sociedade. Nosso intuito principal é pedir a Prefeitura de João Pessoa celeridade na construção do parque e participação popular no processo, bem como a transparência do projeto e da elaboração do plano de manejo dessa unidade de conservação.



O Parque Natural Municipal do Cuiá é uma Unidade de Conservação de Proteção Integral, localizado na bacia hidrográfica do Rio Cuiá, na zona sul do Município de João Pessoa-PB. Trata-se de uma importe área verde, pois possui um rico ecossistema, composto de um grande fragmento de Mata Atlântica, além de constituir uma bela área de lazer para os habitantes da cidade. Contudo, mais de dez anos de criação do parque já se passaram e nada ainda foi feito no local pelo poder público, sequer foi elaborado o plano de manejo do parque. 

Arquivos