Tuitaço #MarcoTemporalNão - 11h (bsb) 22/10/20

Henrique Ciolfi Greenpeace Brasil

No dia 22/10, o Supremo Tribunal Federal (STF) irá iniciar o julgamento do MARCO TEMPORAL, por isso convocamos todes a participarem nesta quinta-feira, 22/10, de um grande tuitaço simultâneo ao julgamento do STF, das 11h às 12h (Horário de Brasília).

Basicamente o que está em jogo é o reconhecimento ou a negação do direito mais fundamental aos povos indígenas: o direito à terra.
Há duas teses em disputa: de um lado, a chamada ‘teoria do indigenato’, que reconhece o direito dos povos indígenas sobre suas terras como um direito originário e garantido pela Constituição Federal. Do outro, a interpretação de ruralistas e setores interessados na exploração das terras tradicionais que defende que os povos indígenas só teriam direito à demarcação das terras que estivessem sob sua posse no dia 5 de outubro de 1988, data de promulgação da Constituição, ou que, naquela data, estivessem sob disputa física ou judicial comprovada
 

Dicas e boas práticas para um bom tuitaço:

  •  Todos os participantes devem iniciar o tuitaço no mesmo horário – 11h do dia 22/10;
  •  Use a mesma hashtag em todos os tuítes - #MarcoTemporalNão;
  •  Construa os tuítes de forma encadeada, em sequência (thread), para que todos os tweets fiquem conectados uns aos outros. (Exemplo: https://twitter.com/GreenpeaceBR/status/1228010570147934208);
  •  O primeiro tuíte deve mostrar que o tuitaço está começando. Exemplo: “Começa agora o tuitaço sobre....”; o último tuite deve dizer que está finalizando;
  •  Espaçar os tuítes com pelo menos 1 minuto ou 30 segundos cada, para termos maior chance de alcançarmos os Trending Topics;
  •  Use e abuse dos GIFs nativos da plataforma, escolha aqueles que melhor conversam com a mensagem do Tuíte - faça buscas por termos em inglês;
  •  Alterar algumas palavras nos tuítes antes de publicar pode ajudar mas não é estritamente necessário (para o Twitter entender que cada tuíte é único e não uma ação coordenada);
Twitaço


Algumas sugestões de tweets: 

Começou o Tuitaço sobre o julgamento no STF que decide o futuro das demarcações de Terras Indígenas. Precisamos que o STF enterre de vez a tese ruralista do #MarcoTemporalNão e faça valer o direito constitucional dos povos indígenas aos territórios que tradicionalmente ocupam!

➥ Entenda o que está em jogo no processo que discutirá os direitos constitucionais dos povos indígenas e saiba como apoiar a luta dos povos originários para garantir os direitos conquistados na Constituição Federal de 1988. https://cimi.org.br/repercussaogeral | #MarcoTemporalNão!

Todo apoio aos indígenas! Começa daqui a pouquinho, às 11h, o tuitaço para dar visibilidade ao julgamento MAIS IMPORTANTE para os povos originários desde a Constituição! Participe com a tag #MarcoTemporalNão

A garantia das demarcações de Terras Indígenas é também garantia de meio ambiente preservado. Cabe ao STF garantir esse direito e dizer #MarcoTemporalNão

O Parecer 001 da Advocacia Geral da União tenta impor o Marco Temporal para as demarcações de Terras Indígenas e consolidar as violações que aconteceram no passado. #ParecerdoGenocidio #MarcoTemporalNão
 

Twitaço


Você pode conferir mais sugestões neste banco de tuítes ou criar os seus próprios, sempre lembrando de usar a hashtag: #MarcoTemporalNão.

Neste link você encontra algumas imagens disponíveis que você pode utilizar para turbinar seus tuítes!