Tráfico de Animais no Brasil

Maria Paula Barbosa Santana • 28 Setembro 2021

Os biomas brasileiros são belíssimos e ricos em espécies animais e de plantas, o que atrai cada vez mais atividades criminosas, como por exemplo o tráfico de animais silvestres. De acordo com a ong Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres, por ano no Brasil, cerca de 38 milhões de animais são retirados de seus habitats, sendo aproximadamente 12 milhões de espécimes diferentes.

Os animais são retirados principalmente das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, sendo o estado da Bahia o principal centro de captura e distribuição de animais silvestres, e aproximadamente 90% dos animais capturados são comercializados no próprio território nacional. Depois de capturados, os animais sofrem com várias práticas cruéis durante o transporte, o papagaio por exemplo é sedado e escondido em tubos de PVC no fundo de uma mala, as cobras são presas em meias de nylon, entre outros métodos.

Além do tráfico, atividades como caça, desmatamento, entre outras, também acontecem, e muitos animais que conseguem escapar antes de serem capturados fogem para áreas próximas de centros urbanos, e acabam sendo atropelados nas rodovias. De acordo com o Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE), estima-se que mais de 15 deles morrem nas estradas brasileiras a cada segundo. Diariamente devem morrer cerca de 1,3 milhões de animais, e ao final de um ano, até 475 milhões de animais silvestres são atropelados no Brasil.

Cerca de 430 milhões são pequenos vertebrados como cobras, aves e sapos, os outros 40 milhões são gambás, lebres, macacos e 5 milhões são capivaras, onças, antas, lobos-guarás...sendo a região sudeste do Brasil a líder em atropelamentos desses animais, seguida pelas regiões Sul e Nordeste. 

Fontes: 

https://www.google.com/amp/s/mundoeducacao.uol.com.br/amp/geografia/tra…

https://jblitoral.com.br/atropelamento-de-animais-silvestres/

#AnimaisSilvestres #TráficoDeAnimaisSilvestres

Arquivos