Grupos locais investiram tempo em mobilizações online, somando forças para proteger os diversos biomas brasileiros

Enquanto nos aproximamos do final de 2023, é empolgante para mim compartilhar o grande esforço dos ativistas, que se dedicaram a causas cruciais para a preservação do nosso planeta. Vamos explorar as iniciativas que marcaram as últimas semanas de novembro e a primeira de dezembro, destacando o impacto positivo desses voluntários em suas comunidades e além.

O grupo de Belém realizou uma ação nas ruas para conscientizar a população sobre as causas ambientais, coletando assinaturas contra a exploração de petróleo na Amazônia. Houve também intervenções artísticas, com voluntários e o artista @renato_artes_grafites, em colaboração com a comunidade e o CEDENPA (Centro de Estudo e Defesa do Negro), pintando bueiros e muros em apoio à preservação da Amazônia.


© Grupo de voluntários de Belém

Nos dias 24 e 25 de novembro, o time de Belo Horizonte participou da 1ª Virada Climática da cidade, realizada no Parque Municipal Américo Renné Giannetti. O evento foi inteiramente organizado pela sociedade civil, por diversos coletivos e indivíduos. Durante a virada, os ativistas abordaram a problemática da crise climática e seu efeito na produção alimentar, inspirados no documentário "Antes do Prato", por meio de um Ponto Verde.


© Movimento Eu Amo Minha Quebrada

Voluntários e voluntárias do Greenpeace em São Paulo se reuniram para discutir a COP28 sediada em Dubai, onde ativistas e organizações buscam ações contra as mudanças climáticas, com foco em populações vulneráveis. A reunião foi marcada por intensas trocas de estratégias e esperanças, destacando o compromisso do grupo em ser uma voz para um futuro sustentável.


© Grupo de voluntários de São Paulo

A galera de São Paulo não apenas se reuniu para discutir estratégias em nível global, mas também investiu sua preocupação e compromisso na comunidade local. Em outubro, os ativistas estiveram na EMEF Paulo Duarte, compartilhando conhecimentos sobre os impactos das hidrelétricas com alunos do 5.º ano.


© Grupo de voluntários de São Paulo

Em colaboração com o Fashion Revolution, o voluntariado de Belo Horizonte ministrou uma palestra durante a 1ª Semana de Moda na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Com foco na transparência da cadeia de produção da indústria da moda e seus impactos ambientais, a apresentação buscou informar e incentivar a discussão entre os cerca de 40 alunos do curso de Design de Moda da universidade.


© Grupo de voluntários de Belo Horizonte

O grupo de Brasília participou do plantio de mudas no Parque do Riacho Fundo II, organizado pelo Instituto Arvoredo, em 15 de novembro. Durante a atividade, tiveram a oportunidade de fazer uma mini trilha até uma nascente, onde os participantes contemplaram água cristalina e uma paisagem incrível.


© Grupo de voluntários de Brasília

A turma de João Pessoa, Natal (em formação), São Luís, Salvador e Recife se mobilizou online contra o aumento alarmante de queimadas na Caatinga. Com 14.885 focos de incêndio registrados no ano pelo INPE, eles e elas levantaram a voz virtual em defesa desse ecossistema único.


© Grupo de voluntários Greenpeace Brasil

Juntos, de norte a sul, do litoral ao interior, o voluntariado uniu-se em prol do planeta! Grupos de diversas regiões como Litoral Norte do Rio Grande do Sul, Belo Horizonte, Belém, Brasília, João Pessoa, Rio de Janeiro, Zona da Mata, Porto Alegre, Manaus, Macapá, São Paulo e Vale do Itajaí, mobilizaram-se online contra a crise climática e as queimadas em Manaus.


© Grupo de voluntários Greenpeace Brasil

O voluntariado do Rio de Janeiro uniu-se para doar sangue, mostrando que o compromisso com a sustentabilidade também se estende à solidariedade.


© Grupo de voluntários do Rio de Janeiro

Das ruas à internet, cada atividade ecoa como um chamado para a conscientização e ação coletiva diante dos desafios ambientais. Junte-se a nós nesta jornada clicando neste link! 🌍