Desmatamento e emergência climática: o que nossos hábitos têm a ver com isso?

Luana Leal Greenpeace Brasil • 25 Junho 2020
3 comentários
3 curtidas

Fala galera, tudo bem?

Dando continuidade à Semana Mundial Sem Carne, os voluntários organizaram lives e conteúdos exclusivos para falar sobre os impactos do consumo de carne e muito mais

1

 

Você sabe o que é Permacultura e Locavorismo? Os voluntas do ABC e BH te explicam!

Permacultura

abc

O termo foi criado há mais de 50 anos na Austrália e é frequentemente adotado para falar sobre métodos e conceitos da  utilização intensiva da agroecologia, passando pela agrofloresta e até aspectos relacionados à bioconstrução.

A permacultura engloba alguns princípios básicos: 

● Cuidar da terra;

● Cuidar das pessoas;

● Cuidar do futuro.

 

Locavorismo 

bhÉ a prática de comprar produtos e alimentos produzidos e cultivados o mais perto possível da gente. 

As principais vantagens são: 

1. Você ajuda a manter áreas verdes de produção familiar como sítios e chácaras;

2. Você promove uma rede de abastecimento de curta distância, o que garante além de alimentos muito mais frescos e com menos conservantes no seu prato, também muito menos poluentes gerados em transportes por caminhão ou avião;

3. Você pode conhecer pessoalmente os produtores de alimentos e saber como eles os cultivam.

Além disso, os voluntas aproveitaram a deixa para divulgar nossa lista de agricultores familiares <3

20/06 - Oficina de Photoshop do ABC 

Nos últimos meses, os voluntas têm aproveitado o tempo em casa para desenvolver novas habilidades e aprimorar conhecimentos. Essa semana, o grupo do ABC Paulista organizou uma oficina de Photoshop para os voluntas, e quem ministrou o mini curto foi o Ayrton Peres, também membro do grupo. A experiência durou 5 horas e teve até competição no final!

 

21/06 - Reunião online Navegantes 

O grupo se reuniu para alinhar o planejamento do mês de julho e decidir os próximos passos de mobilização. 

 

Fórum Clima Salvador 

Vindo da iniciativa de organizações, ambientalistas, lideranças comunitárias, cientistas e técnicos de diversas áreas, fundou-se o Fórum Clima Salvador, um grupo dedicado a discutir o aquecimento global a partir de Salvador e suas perspectivas, divulgando informações e ajudando para que o assunto das mudanças climáticas seja cada vez mais discutido e para que pensemos sobre seus impactos e soluções enquanto  sociedade.

Buscando acompanhar de perto as discussões sobre mudanças climáticas, o Green Fortaleza decidiu participar do fórum :)



 

 

a

Os grupos finalizaram a Semana Mundial Sem Carne com muito estilo e criatividade, olha só: 

Em Belo Horizonte, os voluntas mostraram que dá pra fazer um bolo de chocolate delicioso e vegano! Para quem quiser, a receita está aqui :) 

Belém também inspirou os seguidores com uma receita vegana fácil, barata e nutritiva, que compõe:

- Purê colorido que é formado por batata doce, batata comum, cenoura e couve-flor;

- Salada crua;

- Arroz integral, massas e molhos como opção.

Vem conferir a receita completa :) 

Para complementar o cardápio, você pode ver a receita que Macapá ensinou também :)

E teve informação também! Os voluntários aproveitaram a semana para relacionar o consumo de carne com os índices de desmatamento das nossas florestas. Vem ver um pouco do que foi compartilhado: 

8Em 2017, a pecuária esteve por trás de mais de 60% do desflorestamento na Amazônia, ocupando milhares de hectares para a criação de gados. A cada ano a porcentagem em números de cabeças de gados no Brasil vem aumentado. 

Além do desmatamento, a criação de gado promove danos estratosféricos e consumo excessivo de recursos naturais.

Estudos comprovam que a pecuária produz em média 30 milhões de toneladas de CO2 (Dióxido de Carbono) por ano, ou seja, mais ou menos 50% de emissões de gases de efeito estufa. Ademais, é usado mais de 35 trilhões de litros de água por ano.

 

g

20/06 - Vegetarianismo e atualidade

Para esclarecer o objetivo da Semana Sem Carne e falar sobre a importância de reduzirmos nosso consumo, o grupo de Belo Horizonte preparou uma live super didática que proporcionou um debate enriquecedor para todos que estavam presentes. 

Como convidados, estavam presentes Mônica Buava, coordenadora do projeto Segunda Sem Carne; Ricardo Laurino, presidente da Sociedade Vegetariana Brasileira e Carla Ioost, pesquisadora e fundadora do Instituto Ioost de Inteligência Alimentar.


 

24/06 - GTAR - Verdeluz e suas experiências: Da organização interna à prática socioambiental

Na última quarta, os voluntas de Fortaleza organizaram um  bate-papo sobre o projeto GTAR, do Instituto Verdeluz, que trabalha diretamente com as tartarugas que aparecem em Fortaleza.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Para o encontro verde, o grupo convidou: 

- Bruno Guilhon, biólogo e mobilizador climático do Greenpeace Fortaleza;

- Malu Quevêdo Vilanova, oceanógrafa, mestranda em Ciências Marinhas Tropicais e membra do GTAR do Instituto Verdeluz;

- Débora Melo Mendonça, graduanda em oceanografia e membra do GTAR do Instituto Verdeluz.

 

Para quando dias melhores chegarem <3 

Pensando em trazer um clima mais leve para o instagram, os voluntários de Belém reuniram dicas de lugares para visitar na cidade quando a pandemia passar. 

Dentre os escolhidos, está o Parque Zoobotânico do Museu Emílio Goeldi, que fica no centro da cidade e abriga mais de 3 mil animais e 500 espécies de plantas, além de promover pesquisas e estudos científicos dos sistemas naturais e culturais da região.

22/06 - Dia Mundial das Florestas Tropicais 

Os grupos de BH e João Pessoa aproveitaram a data, escolhida pela Organização Das Nações Unidas (ONU), para comemorar e enfatizar a importância de lutarmos pela proteção das florestas tropicais existentes no planeta.

Para mobilizar de forma didática e atingir a todos, eles falaram sobre dados super importantes:

- 10 bilhões de hectares de florestas tropicais são perdidos anualmente;

- As florestas tropicais são responsáveis pelo fornecimento da maior parte da água doce que consumimos e do ar puro que respiramos;

- Além de auxiliar no equilíbrio dos ecossistemas, também abriga povos indígenas e as mais diversas espécies de animais. 

v

 

5

 

Pra você que tem criança em casa e não sabe como mantê-la entretida e em aprendizado, os voluntas de Belo Horizonte têm indicações de leitura infantil, olha só: 

 

O livro conta a história de Estela e seu irmão, que tem muitas perguntas a fazer sobre a praia: "O peixe-gato mia? O cavalo-marinho galopa?" Estela tem resposta para tudo. A única coisa que ela não sabe (e nem nós...) é se Marcos vai entrar no mar. 

A narrativa, além de divertida, é super educativa. 

Você pode comprar aqui :)

Para jovens e adultos, as recomendações de Fortaleza são de livros que falam sobre consumo de carne:

 

1. Link para comprar;

2. Link para comprar;

3. Link para comprar;

4. Link para comprar.

E pra você que é cinéfilo, os voluntas também têm indicações que vão acompanhar bem sua pipoca: 

 

A Semana Sem Carne terminou, mas a importância desse assunto continua. Pra falar do tema de um jeito diferente, o grupo de Porto Alegre indicou o documentário “What the Health”,  que explica sobre a problemática por trás do consumo de carne. 

O filme também está disponível na Netflix :) 

Saindo um pouco do entretenimento, os voluntas de  Fortaleza têm chamado os internautas para participar de um curso online - que você também pode fazer! 


“EMERGENTE” é um  curso online sobre mudanças climáticas que está rolando desde o dia 29/06 e vai até  03/07. 

O objetivo é que os participantes se informem e debatam sobre vários temas que envolvem mudanças climáticas, como meio ambiente, sociedade, política e ativismo.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

As inscrições são limitadas e o curso é GRATUITO! Para mais informações, acesse: www.cursoemergente.site.&nbsp;

A produção é feita pelo coletivo Ceará no Clima, movimento Fridays for Future Ceará, Greenpeace Fortaleza e Instituto Verdeluz

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

 

Aproveitando o espaço das redes para divulgar projetos parceiros, o grupo de Bertioga postou sobre o quarto encontro do ciclo “Webséries Itapanhaú”, organizado pelo Movimento Popular Salve o Rio Itapanháu.

A roda de conversa rolou dia 23/06 e continuou debatendo os os impactos gerados na instalação da obra de transposição.

Como convidado, Cleber Vitorio, engenheiro florestal, compareceu para esclarecer dúvidas e explicar melhor o assunto. 

Se quiser saber mais sobre o movimento, vale a pena conferir o FacebookInstagram.

 

4

 

Mais uma vez os voluntas levantaram a bandeira da emergência climática e ressaltaram o movimento Fridays For Future. Dessa vez, quem representou todos os voluntas do Brasil foi o grupo do Litoral Norte (RS). 

d

Essa semana o #Tbt ficou por conta do Grupo de Fortaleza, que relembrou os melhores momentos do grupo em diversas atividades :) 

Seguiremos atualizando e apoiando os grupos, afinal, estamos todes juntos nessa :)