Pantanal em chamas: voluntários mostram como defender o bioma de casa

Luana Leal Greenpeace Brasil • 17 Setembro 2020
1 comentário
2 curtidas
104 visualizações

Fala, galera! Como vocês estão?

Numa semana difícil e triste, os voluntas seguiram firmes e fortes nas mobilizações pelo Pantanal e ainda trouxeram outros assuntos importantíssimos. Vem dar aquele respiro de esperança: 

Gostaria, profundamente, que o destaque dessa semana fosse alguma ação inspiradora, uma notícia boa, um novo grupo de voluntas… mas infelizmente a realidade é dura - e triste. Mas que bom que temos nossos voluntários e voluntárias incríveis para defender conosco a mudança para melhor, né?

Só nos últimos 3 meses, 12% de um dos biomas brasileiros mais importantes foi devastado pelas queimadas. O Pantanal, considerado a maior planície inundável do planeta, vem sofrendo sérias e irreversíveis perdas em seu território e biodiversidade. 

Dados divulgados pelo INPE mostram que só no mês de julho foram registrados 1.684 focos de queimadas - o que resulta em uma marca recorde em 22 anos. Estima-se que mais de 17.500 km² já foram consumidos pelo fogo. Além disso, perícias realizadas pelo governo do Mato Grosso em diversos pontos revelam que a maioria das queimadas foram causadas por ações humanas. Triste, né? :(

Para expor indignação perante essa tragédia e exigir posicionamento e tomadas de decisão eficazes de autoridades públicas, os grupos locais mobilizaram as redes com o assunto:

Belo Horizonte 

Salvador

Porto Alegre

Inclusive, esse post de Porto Alegre ultrapassou as 4.500 curtidas!

Fortaleza

O grupo, além de falar sobre a devastação das florestas causada pelo fogo, apresentou dados sobre a arara-azul, que tem como maior berço o Pantanal. Por conta da baixa taxa de natalidade, falta de cavidades para a reprodução, o clima seco e uma sequência de incêndios em seu habitat natural (e perda para o comércio clandestino), centenas de aves da espécie buscam refúgio nas árvores. Nesta triste situação, a arara-azul continua na lista dos animais mais vulneráveis a EXTINÇÃO. :( 

 

10/09 - 1° palestra online do Projeto Escola (PE)

O grupo de Porto Alegre inaugurou a nova era do PE, agora remota e adaptada aos tempos atuais. Os voluntários e voluntárias falaram com os alunos do 5° ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Anísio Teixeira. 

Biomas brasileiros, Amazônia legal, a importância da preservação das florestas, causas e consequências das queimadas na Amazônia, Cerrado e Pantanal Mato-Grossense, campanhas do Greenpeace sobre preservação ambiental, sustentabilidade e pegada ecológica foram as temáticas abordadas durante a apresentação. 

09/09 - Dia do Veterinário <3

Os voluntas de João Pessoa, grupo ainda em formação, homenagearam todos os profissionais que dedicam-se fielmente a salvar a vida dos animais - que a gente tanto ama e precisa <3

Vale lembrar que os animais devem sempre ter direito à assistência médica, independente da origem.

11/09- Dia do Cerrado

Apesar de o foco da semana ter sido o Pantanal, os voluntas separaram um tempinho para falar sobre outro bioma importantíssimo, que por sinal é o segundo maior da América Latina. 

Conhecido como a savana mais rica do mundo, o Cerrado abriga mais de 13.000 espécies identificadas, sendo estas animais e vegetais. E diante de tantas tentativas de invasão e destruição a esse bioma tão precioso, nada mais justo do que conscientizar a todes que cuidar da biodiversidade e dos povos que habitam esses territórios é cuidar da nossa própria existência. 

Então vem ver o que cada grupo compartilhou: 

Belo Horizonte:

Os voluntas também compartilharam um vídeo super didático e dinâmico pra você que quer entender a relação do Cerrado com os outros biomas brasileiros e seu funcionamento. 

E para encerrar, o grupo mineiro falou sobre algumas curiosidades do bioma. Inclusive, sabia que o espaço ocupado pelo Cerrado equivale à soma das áreas da Espanha, França, Alemanha, Itália e Inglaterra?

Salvador: 

Recife: 

Em Goiânia, os voluntas produziram uma sequência de vídeos - um mais incrível que o outro, também falando de Cerrado e chamando todes para ação; afinal, o meio ambiente não espera, né? Você confere todos os vídeos e demais conteúdos no instagram oficial do grupo :)

João Pessoa:

E para encerrar a semana repleta de eventos e conteúdos exclusivos sobre o Cerrado, o grupo de Brasília divulgou um vídeo maravilhoso, produzido a mãos de muitos voluntas juntes.

“Que este vídeo possa nos inspirar em defesa da conservação e preservação do bioma, para que as futuras gerações possam apreciar suas belezas.”, disse o grupo.

13/09 - Conversando com o Greenpeace Brasil

O grupo de Cariri, ainda em formação, convidou Rafael Ferraz, Desenvolvedor de Comunidades da Organização, para uma roda de conversa focada em voluntariado e engajamento. O bate-papo também levantou questões relacionadas ao meio ambiente, ao trabalho do Greenpeace e às formas de mobilização. A mediação ficou por conta da Ana Isabel, volunta do grupo.

"Para mim foi uma experiência muito rica poder, ainda que de forma online, entrar em contato com os voluntários e voluntárias do grupo em formação e ter a chance de nos aproximarmos e conversarmos sobre a atuação do Greenpeace tanto local, quanto globalmente", contou o Rafa.

 

 

15/09 - Desmatamento no Cerrado e impactos nos territórios tradicionais

Integrante da semana do Cerrado, o evento contou com a participação de Sérgio Sauer, professor da Universidade de Brasília. A roda de conversa voltou-se para a questão do alto índice de desmatamento do Cerrado e como as populações indígenas, que habitam esses territórios, têm sofrido as graves consequências da destruição e descaso. 

Em Salvador, os voluntários e voluntárias continuam se mobilizando com indignação perante as inúmeras tentativas de invasão às terras do Quilombo Quingoma. No episódio mais recente, marcas de tiro foram encontradas na placa de identificação do território. 

Essa é uma ameaça não só às comunidades que ali vivem, como também a toda a biodiversidade existente; afinal, os potenciais invasores possuem interesses econômicos ecocidas. 

Filme bom que ainda fala de temas ambientais? Não gosto, eu amo!

A indicação da semana é o documentário "The True Cost", produção francesa dirigida por Andrew Morgan. O longa, trazido pelo grupo de Recife, aborda a realidade por trás da indústria da moda, incluindo exploração de recursos ambientais e desvalorização do trabalho. Aqui você encontra o trailer :) 

Já o grupo de Porto Alegre mostrou aos seguidores que dá pra diminuir o consumo de plástico em pequenas tarefas do dia a dia. A escova de bambu, por exemplo, é uma forma sustentável de consumo, já que costumamos comprar, durante o ano, dezenas de escovas de plástico, né?

Lembrando que esse material, corriqueiramente usado pela maioria da população global, demora mais de 400 ANOS para se decompor na natureza, enquanto as de bambu levam em torno de 30 anos. Bem melhor, não é?

Saco vazio não para de pé, e ninguém combate o desmatamento e o sistema ecocida com fome, então vem ver as receitas sustentáveis para te sustentar no ativismo:

Torta de legumes - Salvador <3 

Sopa de cenoura cremosa com feijão branco - Recife <3 

Ovo crocante - Litoral Norte/RS <3 

Como sempre, o grupo que encheu o coração e as redes sociais de saudade foi Belo Horizonte <3

Os voluntas relembraram uma ação realizada em maio de 2019, quando o grupo reuniu-se no parque Municipal de Belo Horizonte para uma mobilização em defesa das abelhas. 

Durante a ação os voluntários e voluntárias explicaram a importância da polinização das abelhas para o ecossistema do planeta e a gravidade do uso de agrotóxicos nos alimentos e ainda realizaram diversas atividades para as crianças -  como pintura no rosto, desenhos e jogos educacionais.

Seguiremos atualizando e apoiando os grupos, afinal, estamos todes juntos nessa :)