Quer saber como salvar o planeta de casa? Voluntários dão dicas para fazer parte da mudança

Luana Leal Greenpeace Brasil • 25 Fevereiro 2021

Oie todes, espero que estejam bem, firmes e fortes :)

Mês acabando, sexta feira chegando e o que eu tenho pra contar… é muita coisa! Então sem muito papo furado, vem ver tudo o que tem rolado: 

Pra você que está sempre de olho no que os nossos voluntários e voluntárias estão fazendo, já não é novidade que as semanas são cheias de mobilização pelas florestas. Nessa não foi diferente. Os grupos aproveitaram as campanhas Todos pela Amazônia e Floresta Sem Cortes para disseminar informações e mobilizar mais pessoas pela causa ambiental. Vem ver tudo: 

Todos pela Amazônia - São Paulo & Goiânia

A destruição da Amazônia é constante. Seja pelo aumento do desmatamento, ações ilegais de madeireiros e garimpeiros ou atuação da pecuária.

Nesse momento, precisamos nos unir para garantir um futuro seguro para a maior floresta tropical do mundo. Participe agora do abaixo-assinado #TodosPelaAmazônia: http://act.gp/3pgzX7h  

Floresta Sem Cortes - São Paulo, Recife, Belo Horizonte, Bertioga, Fortaleza & Goiânia 

Eita campanha famosa! E não à toa, visto que a redução e o bloqueio de orçamento tem sido uma das ferramentas usadas na política anti ambiental da gestão Bolsonaro, com objetivo de reduzir a pó a proteção ambiental no Brasil.

Deputados e senadores podem fazer alterações no orçamento proposto pelo governo para 2021.

Nesse contexto, a campanha #FlorestaSemCortes surge como forma de  pressionar os presidentes da Câmara e do Senado pela aprovação de um orçamento robusto, que seja capaz de financiar o combate ao desmatamento e punir severamente os criminosos que agem na Amazônia e em outros biomas.

Para acessar o vídeo, é só clicar aqui :) 

Além dos posts da própria campanha, o grupo de Belo Horizonte complementou a mobilização com uma explicação sobre a importância da Amazônia para o mundo. 

“No posto de maior floresta tropical do mundo, a Amazônia possui vasta biodiversidade, com uma em cada dez espécies conhecidas. Também há uma grande quantidade de espécies desconhecidas por cientistas, principalmente nas áreas mais remotas. Assegurar a preservação da biodiversidade é importante porque ela garante maior sustentabilidade natural para todas as formas de vida e ecossistemas saudáveis e diversos podem se recuperar melhor de desastres, como queimadas.”

Outro grupo que sempre se destaca pela personalização de nossas campanhas é o de João Pessoa, ainda em formação. 

 

A história do cerrado - Brasília 

O cerrado foi primeiramente conceituado por Martius (1824) como “Oreades”, sendo uma “região montano-campestre do Brasil Central”, e assim considerada como uma vegetação não-florestal. 

Muitos anos depois, após vários conceitos de diferentes estudiosos, Ribeiro & Walter (1998) verificaram que o Bioma Cerrado era, na verdade, dividido em fisionomias, que em suas particularidades apresentavam uma biodiversidade altamente rica e única.

A Savana brasileira apresenta características únicas que as diferem das Savana africanas e australianas, fato este que está relacionado com as mudanças evolutivas que cada continente sofreu. 

Dentre as características responsáveis por diferenciar a Savana brasileira dos demais continentes, estão a excelente adaptação ao fogo, troncos retorcidos e com as cascas grossas, raízes profundas que facilitam a busca por água, folhas que apresentam mecanismos para evitar a perda de água, dentre outras características que são importantes para a sobrevivência da fauna e da flora (condições ambientais locais, temperatura global etc.).

Apesar de todas essas adaptações a diferentes fatores, o Cerrado se encontra na lista das áreas mais ameaçadas do mundo e que dispõe de uma alta biodiversidade endêmica ameaçada de extinção. Infelizmente ainda não há leis que visem a proteção do Bioma em sua plenitude, é possível apenas observar o descaso dos governantes e dos órgãos públicos, que ao invés de lutarem pela proteção do meio ambiente, incentivam totalmente o oposto.

Você sabia? 

Canudos representam cerca de 4% de todo o lixo plástico do mundo - Zona da Mata 

Canudos de plástico são objetos muito presentes em nosso dia a dia, mas será que são mesmo necessários? Você sabe quais são os danos que eles podem causar ao meio ambiente?

Canudos representam cerca de 4% de todo o lixo plástico do mundo e, embora seu tempo de uso seja muito curto (cerca de quatro minutos), uma vez que ele está no ambiente, pode levar até mil anos para se decompor. 

Até mesmo quando o descarte é feito de forma adequada, os canudos podem escapar pela ação do vento e atingirem o ambiente aquático, podendo ser ingeridos por animais que ali existem, como peixes, tartarugas e golfinhos, muitas vezes causando até a morte dos mesmos.

Para evitar os malefícios que os canudinhos causam no meio ambiente, o ideal é que a gente pare de utilizá-los. Na próxima vez que você for a uma lanchonete, por exemplo, por que não tentar deixar o canudo de lado? Mas, caso faça questão de usar, existem algumas alternativas mais sustentáveis, como os feitos de bambu, metal e vidro, que podem ser utilizados diversas vezes. Pequenas atitudes e mudanças de hábito podem fazer uma grande diferença!

Composteira - por que usar? - Zona da Mata 

Diariamente, cerca de 200 mil toneladas de rejeitos vão parar nos aterros sanitários ou lixões a céu aberto, sendo que 50% de todo esse volume são de resíduos orgânicos. Muitas pessoas acreditam que somente separando o lixo orgânico dos demais resíduos da residência estão colaborando com o meio ambiente; entretanto, esta ação não é o suficiente, pois apenas os resíduos recicláveis tem seu descarte correto pela coleta seletiva.

Uma forma alternativa e eficiente para lidar com os resíduos orgânicos domésticos é o método de compostagem. Trata-se de um processo biológico de resíduos orgânicos em adubo, realizado pela ação de diversos organismos, dentre eles os fungos e bactérias e macrorganismos, como protozoários, minhocas, besouros etc.

É um método simples, prático, e não libera nenhum tipo de odor. Porém, deve-se evitar adicionar gorduras animais e restos de carne, pois demoram mais para se decompor e podem atrair animais domésticos.

Além de uma fonte alternativa de destinação para o resíduo orgânico, o produto final do processo de compostagem gera um adubo extremamente rico em nutrientes que, posteriormente, pode ser utilizado na própria horta doméstica. Além de ser uma fonte de nutrientes (N, P, K etc), a adição de matéria orgânica do composto melhora a estrutura física do solo, proporcionando aos solos arenosos maior retenção de água e de nutrientes, enquanto nos solos argilosos aumenta a porosidade, melhorando a sua aeração. 

Fala sério, tudo de bom, né? 

Agora que a gente já sabe os inúmeros benefícios que ter uma composteira traz, que tal aprendermos a fazer? O grupo de Zona da Mata, ainda em formação, ensinou o passo a passo: 


E não para por aí! Essa semana o grupo estava com tudo e aproveitou o pique para falar sobre desperdício. 

Você sabia que 30% dos alimentos produzidos no Brasil são desperdiçados?

Não é difícil de pensar que, junto com o aumento populacional, cresce também a demanda por alimento. Pesquisas apontam que 41% do território nacional é utilizado somente para a produção alimentícia, somando 350 milhões de hectares. Entretanto, cabe destacar que a maior parte de toda produção nacional é voltada para soja, servindo principalmente como insumo para a produção de alimentos destinados aos animais. Ainda assim, um fator de grande impacto ambiental é o desperdício de alimento.

O Brasil encontra-se no ranking dos dez países que mais desperdiçam alimentos no mundo, chegando em média a 30% de toda sua produção. Entre os alimentos mais desperdiçados estão o arroz, com 22%, e a carne bovina, com 20%. 

Visto isso, é de suma importância uma consciência coletiva que estimule uma gestão mais eficiente dos alimentos, evitando o desperdício e incentivando ações conjuntas entre o Estado e a população. 

Desperdício de água - Belo Horizonte 

Uma pesquisa publicada em junho de 2020 pelo Instituto Trata Brasil, em parceria com a organização Water.org, divulgou dados alarmantes sobre a perda de água devido à infraestrutura atrasada. Em 2018, o desperdício chegou a quase 40%, prejuízo correspondente a 12 bilhões de reais. Para o meio ambiente, a conta é incalculável e ainda mais devastadora. Vem conferir algumas informações:

Animais em risco de extinção no Brasil - Belo Horizonte 

Quando falamos que uma espécie está em risco de extinção, significa que esta corre o risco de desaparecer de maneira definitiva do nosso planeta, podendo acontecer em alguns casos de forma natural (por conta da queda de um asteroide ou atividade vulcânica, por exemplo) ou causada por atividades humanas (tráfico de animais, desmatamento, queimadas, caça predatória, poluição etc). Separamos hoje cinco animais que correm risco de extinção no Brasil devido à ações humanas:

•Tartaruga-De-Pente: é uma espécie de tartaruga marinha e está criticamente ameaçada. No Brasil, pode ser vista em ilhas como Fernando De Noronha e Atol Das Rochas, tendo como pontos de desova os litorais da Bahia, Sergipe, Rio Grande Do Norte, Paraíba, Ceará, Espírito Santo e Pernambuco. Essa espécie vive em recifes de corais em águas mais rasas, sendo raramente encontrada em grandes profundidades, e está presente principalmente em áreas tropicais.

•Ararajuba: também conhecida como Guaruba, essa espécie de ave pode ser encontrada em florestas chuvosas da região tropical, no norte do Brasil, especialmente nos estados do Pará e Maranhão. Possui aproximadamente 34 cm e tem como cores da plumagem o amarelo ouro e o verde bandeira.

•Mico-Leão-Dourado: essa espécie é endêmica do bioma Mata Atlântica, entretanto, atualmente encontra-se extinta no Espírito Santo e no Rio de Janeiro está restrita a apenas 4 cidades. Tem como principais características: pelos em tons de vermelho-dourado, longos braços, dedos longos e com garras nas mãos, fortes pernas e longa cauda que permitem uma locomoção ágil.

•Caiarara: um primata endêmico do Brasil, pode ser encontrado nos estados do Pará e Maranhão. É provavelmente o mais habilidoso entre os macacos, gosta de viver isoladamente e possui a extraordinária capacidade de opor o dedão do pé aos outros dedos, o que lhe permite ter um enorme poder de manipulação de objetos.

•Baleia-Franca-Do-Sul: são encontradas no hemisfério-norte. A fêmea pode passar dos 17 metros de comprimento e pesar mais de 60 toneladas, enquanto os machos são um pouco menores e pesam em torno de 45 toneladas.

Para refrescar sua memória, no último dia 6, quando tivemos o Dia do Agente de Defesa Ambiental, o grupo de Belo Horizonte anunciou que postaria, semanalmente, vídeos com a participação da Mariana Lucchesi, engenheira ambiental, tirando dúvidas mandadas pelo Conexão Verde sobre a profissão e temáticas relacionadas. E como combinado não sai caro, vem ver o segundo conteúdo da série: 
 

Outro “quadro” que temos acompanhado pelas redes sociais do grupo mineiro é o “Sessão Bioma”, uma série de vídeos didáticos e dinâmicos para quem quer saber mais sobre os biomas brasileiros. O tema dessa semana foi a Caatinga, e o vídeo é um show de bola! Vem ver: 

E pra você que fica com os olhos brilhando quando vê o tanto de mobilização incrível que nossos grupos locais fazem semanalmente, vai ficar ainda mais atiçado a fazer parte da mudança quando ver os conteúdos sobre voluntariado que o pessoal de Bertioga tem feito. Para conferir tudo, é só acessar o perfil oficial do grupo no instagram. 

É tanta informação rica que os grupos trazem para nós que, depois do girão dessa semana, todes sairão prontos para gabaritar qualquer prova de conhecimento sobre o meio ambiente e ainda com uma bagagem cheia de insumos para mobilizar mais pessoas por aí, né? Então bora pra mais um tópico: 

Os 5 maiores impactos negativos que as empresas mineradoras causam nos oceanos - Fortaleza

Os oceanos carregam uma infinidade de mistérios, uma diversidade de espécies marinhas que vivem há centenas de anos, corais antigos, montanhas subaquáticas. Um lugar tão rico que nos mostra até uma possibilidade de como a vida começou.

Mas com o passar dos anos, os oceanos têm se tornado um lugar corporativo, que vem sofrendo com os impactos das empresas de mineração, que buscam extrair minérios e metais no fundo dos mares. Essas ações danificam os processos naturais que armazenam carbono e ⁣colaboram de forma lenta com mudanças climáticas.

Cientistas alertam que a influência das atividades de mineração poderão causar danos graves e irreversíveis ao ambiente pelágico e bentopelágico.Esses ambientes são as partes que compreendem os ecossistemas aquáticos existentes entre as conexões da água-atmosfera e água-sedimento, englobando toda a sua extensão, independentemente de sua profundidade.

Os maiores impactos negativos acontecem na extração de recursos naturais, que afetam fortemente a sobrevivência das espécies, interferindo nos processos associados à alimentação, liberação de nutrientes, crescimento e reprodução, assim, levando a alteração das comunidades marinhas e perda de biodiversidade.

Os oceanos são responsáveis pelo efeito positivo do oxigênio na atmosfera, distribuição e temperatura das massas de água, além de abrigarem uma diversidade natural e viva.

Como ativistas e cidadãos do mundo, devemos garantir a integridade do ecossistema do fundo do mar e seus recursos, antes que sofram de forma irreparável com a ação humana. 

Participe junto com a gente da campanha Proteja os Oceanos, que busca a criação de um Tratado Global com finalidade de organizar, controlar e minimizar os impactos da ação humana com ajuda de vários cientistas ao redor do mundo. 

11/02 - Dia Internacional das Mulheres na Ciência 

Para celebrar essa data tão especial, o grupo de Belo Horizonte reuniu personalidades que marcaram a história da ciência ao redor do mundo. Lindo incentivo para as meninas e mulheres que desejam seguir no ramo <3 

E pra você que, mana,  está afim de entrar no espírito dessa onda de empoderamento feminismo, recomendo essa playlist bem girl power ;) 

22/02 - Aniversário Ibama 

Em comemoração aos 32 anos da criação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, os grupos de Bertioga e João Pessoa fizeram posts contando um pouco da história e principais feitos do Instituto. 

O IBAMA é uma autarquia federal, vinculada ao Ministério do Meio Ambiente, criada pela Lei nº 7.735 de 22 de fevereiro de 1989. 

O órgão é responsável pela preservação da fauna e da flora brasileira, possibilitando ao Brasil o controle e a fiscalização de seus recursos naturais em busca do crescimento sustentável.

O IBAMA atua na concessão de licenciamento ambiental, no controle da qualidade ambiental, na autorização de uso dos recursos naturais e na fiscalização, no monitoramento e no controle ambiental.

O Ibama é, portanto, uma instituição pública fundamental para a luta em prol da preservação do meio ambiente!

Inundações - Belo Horizonte 

Os episódios de desastres e tristeza são esperados em todas as épocas chuvosas do ano em Belo Horizonte, e chegam para relembrar os rios enterrados vivos que correm aprisionados em galerias de concreto e aço, com cobertura de asfalto, por debaixo das ruas e avenidas. 

Para entender a gravidade da situação, o grupo de Belo Horizonte lançou nos stories do Instagram algumas perguntas para a população.

Diante das respostas, os voluntas sentiram urgência em explicar mais sobre o assunto e dialogar com outras associações para estudar, cobrar e exigir soluções cabíveis. 

Como salvar o planeta de casa - Belo Horizonte <3 

As ações do nosso dia a dia possuem um impacto muito grande na natureza, então que seja positivo né? 

Vem ver algumas formas de praticar em casa: 

Ufa, quanta coisa rolou essa semana. Antes de levarmos para a prática todas as dicas e informações que nossos voluntas trouxeram, nada mais justo do que uma pausa para o almoço, né? 

E como eles e elas não fazem serviço pela metade, claro que já separaram várias receitas sustentáveis e econômicas para você se esbaldar. Vem que os pratos de hoje estão sensacionais: 

Muffins de aveia, batata doce e cenoura - Recife <3


 

Panetone recheado vegano - Brasília <3

Carne de casca de banana - Salvador <3

Molhos - Salvador <3

O grupo baiano deu um presentão para os amantes de molho (como eu, rs). Teve receita de alho e ervas, abacate, amendoim e gengibre… um mais delicioso que outro, é pra se esbaldar mesmo <3
 

 

Macarrão ao pesto - Porto Alegre <3

 

Pesto de abacate <3

Essa receita tem selo de qualidade, porque foi indicada por dois grupos: Manaus e Bertioga <3

Seguiremos atualizando e apoiando os grupos, afinal, estamos todes juntos nessa :