Nos últimos meses os voluntários do Greenpeace em várias regiões do Brasil dedicaram-se às atividades de conscientização ambiental

De Blumenau a João Pessoa, os grupos demonstraram compromisso com a preservação da natureza e colaboraram ativamente com suas comunidades. O Girão desta semana destaca o poder da ação coletiva para um mundo mais sustentável.

O grupo do Vale do Itajaí compareceu na 10ª edição do grande evento do Coletivo Colmeia em Blumenau, realizado em agosto, onde o time de ativistas destacou a Defesa dos Povos Originários e organizou uma exposição com trabalhos artísticos criados por alunos da rede pública de ensino, cedidos pela professora Rosangela Teixeira. Além disso, a Aldeia Sol do Amanhecer, da etnia Kaingang, participou expondo artesanatos feitos por eles para aumentar a conscientização sobre a causa indígena e promover discussões sobre o tema.


© Grupo de voluntários do Vale do Itajaí

Em Belém, no dia 23 de agosto, o grupo recebeu novos voluntários no Espaço Cultural Nossa Biblioteca. Os ativistas discutiram as perspectivas futuras em consonância com a COP-30 (Conferência do Clima das Nações Unidas), um diálogo crucial sobre questões ambientais.


© Grupo de voluntários de Belém

No dia 30 de agosto, em Brasília, o grupo local uniu forças com o coletivo Guardiões do Parque Canela da Ema para uma atividade de limpeza no local, reforçando o compromisso com o meio ambiente.


© Grupo de voluntários de Brasília 

Já em setembro, a galera de Porto Alegre participou de um ato em defesa do anfiteatro Pôr do Sol junto com várias entidades, organizações e coletivos. O objetivo da atividade foi ressaltar a importância da preservação deste espaço que é um lugar de espetáculos musicais e culturais ao ar livre.


© Grupo de voluntários de Porto Alegre

Os voluntários de João Pessoa realizaram o plantio de 14 mudas de árvores frutíferas (jambeiros, laranjeiras, mangueiras e abacateiros) na Praça do Coqueiral, no bairro Mangabeira, em João Pessoa, em comemoração ao mês da árvore. O plantio faz parte da campanha "Uma árvore na minha vida", com o intuito de incentivar a arborização dos espaços urbanos.


© Grupo de voluntários de João Pessoa

Para encerrar as ações do mês, o grupo de Fortaleza participou do ato político-cultural em proteção do rio Maranguapinho. Foi um dia de união, esperança e comprometimento com a comunidade do Grande Bom Jardim. Os voluntários plantaram mudas nas margens do rio, demonstrando amor e responsabilidade com o Maranguapinho.


© Rodolfo Rodrigo / Greenpeace

No dia 01 de outubro, em Manaus, mais de 20 organizações se uniram em frente ao Teatro Amazonas para realizar o "1º Ato Manaus sem Fumaça", pressionando as autoridades a agir contra as queimadas persistentes no Estado do Amazonas.


© André Cavalcante / Greenpeace

No dia 03 de outubro, os ativistas de Recife participaram da IX Semana de Acolhimento da Engenharia Ambiental da UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco).


© Grupo de voluntários de Recife

No dia 07 de outubro o grupo de João Pessoa uniu-se à Universidade Federal da Paraíba, no programa de extensão denominado "Horta comunitária na comunidade do Timbó". Este projeto visa a construção de uma horta comunitária que beneficiará diretamente as famílias das crianças da comunidade do Timbó, que fazem parte do Lar Fabiano de Cristo.


© Grupo de voluntários de João Pessoa

No dia 08 de outubro, a galera de Fortaleza fez uma reunião para estabelecer os próximos passos do grupo.


© Grupo de voluntários de Fortaleza

No dia 14 de outubro, o time de João Pessoa, em parceria com a Associação de Moradores do Bairro São José e a Fundação Hans Haller, fez um mutirão de plantio e limpeza nas margens do Rio Jaguaribe. O evento focou em envolver as crianças da comunidade São José e estabelecer um primeiro contato para futuras ações de educação ambiental.


© Grupo de voluntários de João Pessoa

No dia 15 de outubro, os voluntas de São Luís participaram do evento do Dia das Crianças organizado pelo CCA (Coletivo Comunidade Ativa) no Polo Coroadinho, que teve como tema central a sustentabilidade. O objetivo não foi apenas entreter as crianças, mas também educar a comunidade sobre a produção de brinquedos e atividades utilizando materiais recicláveis como papelão, tampinhas, palitos de churrasco e garrafas pet.


© Grupo de voluntários de São Luís

Também em comemoração ao Dia das Crianças, o grupo de São Paulo realizou uma atividade no Morro dos Macacos, onde os voluntários tiveram a alegria de se juntar a pessoas incríveis, oferecendo brincadeiras educativas e pinturas faciais.


© Grupo de voluntários de São Paulo

Então você já sabe: se quer um mundo mais verde e pacífico, é só seguir o exemplo dessa galera animada. Acesse agora o Conexão Verde e encontre o grupo mais próximo de você ao clicar neste link. Até a próxima aventura ambiental! 🌿🎉