A verdade por trás da indústria da moda

Larissa Correa • 1 Novembro 2020

O documentário “ The true cost” de 2015, apresentado na imagem acima mostra um lado da indústria da moda que praticamente ninguém fala: a mão de obra barata ( análoga a escravidão), os impactos ambientais e a crueldade animal.

No filme é apresetando a realidade por trás das grandes marcas como H&M, Forever 21, Zara, GAP.

Atualmente, devido o consumismo e a demanda por novas roupas, a indústria da moda adotou o ‘ Fast Fashion’ em que se tem uma média de 52 coleções por ano, produzindo diversas peças e por um menor preço, enquanto elas são confeccionadas através da mão de obra barata, submetendo os seus funcionários a condições de trabalho inseguras, recebendo uma média de 2- 3 dólares por dia.
A industria da moda é a segunda maior poluente ao meio ambiente no mundo, ficando atrás somente da industria do petróleo, trazendo sérios impactos para o planeta e a população local das grandes fábricas. Além disso, esta indústria resulta em práticas de crueldade animal, como na utilização de couro na confecções das roupas e acessórios.
A retirada do couro ocorre através de um abate cruel, e o processo muito vezes são realizados com animais ainda vivos para que o material não seja danificado.
Visto isso, é importante uma moda mais consciente!

✅Pesquise bem as lojas que estamos consumindo e apoie os brechós! Afinal é bom estar na moda, mas melhor ainda é estar na moda de uma maneira sustentável e que não carrega o sofrimento animal e de algumas pessoas.

Texto: larissapcorrea
Fonte: THE BODY SHOP, 2019
THE TRUE COST, 2015