Voluntários abrem o coração no Dia Internacional da Juventude e falam sobre o propósito da luta por um mundo melhor

Luana Leal Greenpeace Brasil • 20 Agosto 2020
0 comentários
4 curtidas

Fala galera, tudo certo?

Além dos depoimentos, os grupos locais organizaram mobilizações online para falar sobre jovens indígenas, campanhas locais e as expectativas para o #CleanUpDay 2020, então vem conferir tudo o que rolou: 

07/08 - Reunião online do grupo do Litoral Norte - RS

Os voluntas se reuniram para falar sobre o Clean Up Day, que está programado para acontecer em setembro deste ano e promete uma dinâmica inédita devido ao distanciamento social. O grupo também encaminhou questões relacionadas à campanha local, #PortoNão, que vem lutando para impedir a construção de um porto na cidade. 

15/08 - Reunião online do grupo de Navegantes 

Já em Navegantes, os voluntários e voluntárias do grupo em formação aproveitaram o encontro para falar sobre a Campanha Sinalize, que procura estimular as cidades a melhorar a sinalização dirigida a ciclistas, pedestres e usuários do transporte público. Também utilizaram o tempo para planejar ações individuais para o Clean Up Day. 

14/08 - Biopirataria: uma grande ameaça à fauna brasileira

O grupo de João Pessoa, que está em formação, organizou um bate-papo virtual para falar sobre biopirataria no Brasil - que, por abraçar tamanha biodiversidade, é grande alvo da prática ilegal. 

Um dos maiores problemas voltados ao combate do comércio ilegal de animais está relacionado à falta de conhecimento sobre esse negócio milionário e criminoso.

Para explicar sobre o funcionamento dessa prática, os voluntas convidaram Nathália Flôres, técnica em Controle Ambiental e  Bárbara Eloy, formada em Direito, com pós graduação em Auditoria e Perícia Ambiental. A mediação ficou por conta do Thallys Araújo, também técnico ambiental.

19/08 - Energia Solar: Por um futuro mais verde

Fechando o ciclo de lives sobre tipos de energia, o grupo de Fortaleza apresentou um encontro sobre a solar, suas funcionalidades e benefícios para o meio ambiente. Para agregar aodebate, os voluntas convidaram Marcelo Lima, da Campanha de Clima e Justiça do Greenpeace Brasil; Bruno Guilhon, biólogo e mobilizador climático pelo Green Fortaleza e Lucas de Melo, engenheiro de energias renováveis (UFC), conselheiro da RETECJr (UFC) e fundador da LMO Consultoria.

12/08 - Dia Internacional da Juventude 

Para homenagear os milhares de jovens que se dispõem a ocupar a linha de frente nos principais movimentos em defesa pelo meio ambiente, os grupos locais preparam diversas publicações e eventos nas redes sociais.

Em Salvador, os voluntas agradeceram os jovens do grupo e de todo o resto do mundo que vêm lutando por um planeta melhor:

Eles também organizaram o evento "JUVENTUDE EM AÇÃO: Protagonista de suas próprias decisões pelo fortalecimento de políticas públicas e ações afirmativas”. A roda de conversa discutiu as atividades de mobilização e resistência realizada por jovens de comunidades indígenas, quilombolas, do campo, das águas, de fundo e fecho de pasto, da periferia e outras comunidades tradicionais.

Já em Porto Alegre, o grupo reuniu depoimentos dos voluntários e voluntárias jovens, que falaram sobre o propósito de cada um no voluntariado. 

 

14/08 - Dia do combate à poluição

Nessa data tão importante, os grupos levantaram o debate sobre as consequências da poluição na natureza a médio e longo prazo. Explicaram também, através de imagens e dados, quais são os tipos de poluição e quais hábitos podemos aderir para frear esse cenário. 

É importante lembrar que, seja qual for o tipo de poluição (hídrica, sonora, atmosférica), todas afetam os seres vivos de maneiras diferentes. Portanto, devemos nos preocupar mais em entender como tornar o ecossistema no qual estamos inseridos um lugar melhor para todes. 

19/08 - Dia Internacional do Orangotango

A data foi criada com objetivo de proteger e expandir o habitat do primata e obter apoio para a conservação das duas espécies de orangotangos encontradas no planeta. Para explicar mais sobre o animal e a importância de lutarmos por sua vida, o grupo de Goiânia produziu uma série de conteúdos. 

A palavra orangotango significa pessoa da floresta. Esses primatas alaranjados de pelo comprido, achados somente em Sumatra e Bornéu, são extremamente inteligentes e precisam aprender processos complexos para sobreviver. Eles são os maiores mamíferos arborícolas do mundo e são vitais para as florestas onde são encontrados porque atuam como grandes dispersores de sementes. Possuem braços extremamente longos (a envergadura dos machos pode chegar a 2 metros), necessários para alcançar os galhos das árvores, onde passam a maior parte do tempo. Eles até constroem ninhos para dormir nas alturas e usam folhas como guarda-chuva para se manterem secos durante temporais.

Nesse dia especial os grupos também compartilharam nos stories um jogo super didático e interativo, criado pelo Greenpeace Korea. 

 

O grupo de BH abriu a lista de dicas da semana com algumas ideias simples para vivenciarmos um dia a dia mais sustentável. Alguns dos exemplos foram o uso da luz natural em ambientes residenciais, a redução no uso de plástico e a prática da compostagem.

Podcast - As Árvores Somos Nozes

Para os amantes de rádio e tecnologia, o grupo de BH indicou o podcast “As Árveres Somos Nozes”, idealizado e produzido pelo Greenpeace Brasil. Os episódios do programa trazem, de forma dinâmica e informativa, temas da atualidade relacionados às questões ambientais. É uma ótima forma de se manter antenado no ativismo, além de oferecer uma praticidade que te permite ouvir onde e quando quiser. 

E não para por aí! Os voluntas, como sempre, trouxeram dicas para todos os gostos e mídias. 

E os voluntas de Recife também têm 2 super dicas de filme, então prepara o seu estoque de pipoca e vem ver:

A próxima dica veio do grupo do ABC Paulista e não é sobre entretenimento, mas vai ajudar você que está pensando em alternativas diferentes na hora de cozinhar. 

Estamos falando de Lambari, também conhecido como peixinho! Trata-se uma PANC (Plantas alimentícias não convencionais), que ficou muito conhecida por ter um sabor parecido com o de peixe, por isso, ele é geralmente feito empanado ou frito, sendo uma ótima alternativa para quem não consegue largar os peixes da refeição! Se liga nos benefícios: 

E se você mora em Salvador ou conhece alguém de lá, se liga nos contatos que o grupo local divulgou para quem deseja comprar produtos orgânicos mas não sabe onde encontrar: 

Lembrando que se você reside em qualquer outro estado, temos a lista de agricultores familiares, onde você encontra alimentos sem agrotóxicos pertinho de você :) 

Divulgação do Relatório Anual de atividades

Semana passada divulgamos o nosso Relatório Anual de Atividades, que apresenta todo o trabalho realizado pela Organização ao longo de 2019, além dos gastos, impactos e resultados de  cada ação organizada.

Parabenizamos os voluntários e voluntárias e destacamos a seção "#IssoÉAtivismo", onde mostramos, de forma resumida, o trabalho incrível que toda a nossa rede de voluntariado realizou durante o ano. Ao todo foram 890 atividades, entre limpezas de praças e praias, plantios de árvores, protestos pacíficos, palestras educativas, intervenções artísticas e os chamados Pontos Verdes. Somando todos esses eventos, foram mais de 20 mil horas trabalhadas em prol do meio ambiente. 

E os grupos locais, sempre ativos e engajados, aproveitaram também para divulgar o relatório nas redes. 

Paragomina: “Município verde”?

Os grupos de Belo Horizonte e Belém trouxeram à tona o caso da Fazenda Beira Rio, em Paragominas. Entre os anos de 2008 e 2020, foram detectados 4.476ha de floresta nativa desmatada, o que equivale a 6.268 campos de futebol, segundo o INPE.

Práticas ilegais como a produção de carvão, extração de madeira, criação de gado e plantio de grãos em larga escala acontecem livre e impunemente nesta área, apesar de ter sido convertida após o marco legal em 2008.

Em protesto ao descaso com a área, que deveria estar protegida, os voluntas postaram nas redes um vídeo que ilustra o aumento do desmatamento na região, seguido de diversas perguntas direcionadas ao poder público, como: 

- Qual será o destino da produção ilegal? 

- Quais frigoríficos e Armazéns de grãos adquirem esses produtos?

- O que nossas autoridades vêm fazendo a respeito?

Vem ver o vídeo completo aqui :)

#PortoNão

O grupo do Litoral Norte (RS) segue tentando impedir a construção de um porto no município de Arroio do Sal. Com a #PortoNão, eles divulgaram essa semana algumas plantas do protejo e reforçaram os prejuízos ambientais que essa construção trará caso realmente aconteça.

 


 

Os voluntários e voluntárias de Belém uniram-se ao @fridaysforfuturebrasil com a #AjudeParagominas, relacionando a greve pelo clima com o caso de Paragominas, que está sofrendo com o alto desmatamento. 


 

Aquecimento global e efeito estufa - Grupo de Belo Horizonte

Mudanças climáticas são alterações no clima do planeta causadas por ações humanas (desmatamento, pecuária e queima de combustíveis fósseis são as principais) e que têm consequências devastadoras. Essas mudanças trazem diversos problemas como o derretimento das calotas polares resultando no aumento do nível do mar (podendo assim levar a inundações de várias cidades), aumento de furacões e tempestades, desertificação, alteração dos ecossistemas, diminuição da biodiversidade, entre outros.

Mas onde entra o aquecimento global e o que é?

O aquecimento global é o processo de aumento da temperatura da atmosfera e dos oceanos causado pelo efeito estufa, um fenômeno que é caracterizado pelo aumento da emissão de gases do efeito estufa (são gases que absorvem uma parte dos raios solares e os devolvem em forma de radiação aquecendo o planeta. Os gases que se destacam são: CO2, CH4, N2O, O3, SF6).

O desmatamento é uma das causas de sua intensificação, tendo sido listado pelo ministério do meio ambiente como uma das principais causas desse fenômeno. Seu impacto é quase que instantâneo devido a alta concentração de CO2 nas árvores e, assim que cortadas, liberam esse gás de volta para a atmosfera.

Segundo dados do serviço europeu de meteorologia, 2019 foi o segundo ano mais quente da história tendo 0,04 °C a mais que 2016. Nossas ações têm resultados extremamente prejudiciais para o nosso planeta, para a nossa saúde e para as espécies aqui presentes. Estamos em uma emergência climática, precisamos nos informar e nos dedicar a melhora do clima e conservação do planeta. 

Os grupos trouxeram tantas ideias saborosas, sustentáveis e fáceis, que você vai ter receita para uma segunda, terça e quarta sem carne. Vem ver: 

Salpicão vegano - Belo Horizonte <3

 

Risoto de alho poró - Recife <3

 

Bolinho de falafel - Macapá <3

O #TBT dessa semana, apesar de ser sobre as geleiras do Alasca, esquenta o movimento pelo clima até hoje!

Em junho de 2015, o grupo de voluntários de BH foi às ruas para apoiar a campanha #SalveOÁrtico e #PeopleVsShell, do Greenpeace. O grupo denunciou a ação da companhia Shell que pretendia explorar petróleo no Ártico, mesmo sem deter todas as licenças para exploração no Alasca.

Após grande pressão, no dia 28/09, a Shell anunciou sua saída do Ártico. Apesar da vitória, a região ainda não está a salvo das grandes empresas de petróleo e da pesca industrial. Por isso, os voluntas aproveitaram o #TBT para falar sobre a situação das geleiras hoje e como podemos revertê-la. 

Seguiremos atualizando e apoiando os grupos, afinal, estamos todes juntos nessa :)